sexta-feira, março 30, 2007

Um Toque a arder !






És tu, fogo que me arde...


É o teu fogo que me incendeia
Quando a tua pele se cruza com a minha
E me deixa enfeitiçada...
Por ti seduzida, perdidamente.


É o teu fogo que me incendeia
Quando os teus beijos entram em mim
E fico de boca enamorada...
Nesse teu abraço, envolvente.


É o teu fogo que me incendeia
Quando a tua voz geme com a minha
E me toma despudorada...
Pelo teu desejo, lascivamente.


É teu o fogo que me incendeia
Quando o teu olhar pousa em mim
E me faz assim desejada...
Desnudando-me, suavemente.


É teu o fogo que me incendeia
Quando juntas a tua sede à minha
E delas me deixas molhada...
Bebendo do meu rio, novamente.


Su@vissima






3 comentários:

sono_vem disse...

eu qui...
olhar terno:))

a noite não tem braços
não sei se me sentes...
nem quanto tempo se tem
mas algo de ti deixas aqui
e quase sinto tuas mãos
como se fosse um tremor
não posso deixar de sentir-te
vou ficar escrever...
mas tenho que dizer
que sem ti não há lua
este...teu mar calmo
que canta em voz branda
e te faz sentir o momento...
diz...quero sentir o teu luar
e vou ficar a escrever...

lindo...lindoo...
o que sentes alma de poeta
e transcreves tão bem

"Amor é fogo que arde sem se ver"

não era assim que dizia esse grande poeta

beijo de mar brando
pa ti suavissima

Manel do Montado disse...

Quem ama assim, nos sentidos e no corpo, merece estar sempre inebriada de paixão e ferida por Cupido.
Bjinho

Anónimo disse...

ora bem.....

que o eleito seja um BOMBEIRO DE AMOR EM CHAMAS...

SENÃO??? bem aí estás perdida--amiga

xi-coração------pandora