sexta-feira, abril 27, 2007

Um Toque de amoras !








Doce de amora...


Quando me desces a boca
Pelo trilho do doce de amora
Crescendo vontades pelo meio
A tua sede me percorre louca
Com a língua que ao de leve, aflora
O doce que escorre até ao seio


Misturando-me com o teu rosmaninho
bebes pela taça do corpo maduro

O sumo da minha pele transpirada
Brotando da fonte de mansinho...
Que é fogueira no quarto escuro
Reflectido nos olhos da madrugada.


(Eu sei a fruta que te apetece

Quando o meu desejo amanhece)


As tuas mãos tocam-me o desejo

Que se abre em sumarenta fruta
E a boca satisfaz na gruta
A sede que lhe ficou do beijo
Quando me desces a boca
Pelo trilho do doce de amora



Su@vissima






2 comentários:

Al_muthamid disse...

Saborear este teu perfume, de doce de amora, obriga-me a misturar, o sabor a esteva e a musgo, o sabor a serra e a mar e, aí tens o cheiro perfeito de dois corpos que se querem, que se encontram num unico sabor, o de, frutos silvestres, salgados de um gostar constante, com um sabor a ti, um sabor de doce de amora...

sono_vem disse...

Maravilhosa seu sorriso me diz mais uma noite
em que foi feliz
Esta noite eu sou o homem mais feliz que o amor ja fez
Meu silencio quer dizer
para ti mais uma vez
Como é bom este sabor de amora silvestre e doce
mais uma noite em que foi feliz
as luzes se apagam a festa acabou
Sobre o banco do carro fazemos
o que de mais puro
há neste mundo


beijo silvestre e doce:))