segunda-feira, abril 09, 2007

Um Toque de seda !






Seda do meu céu...


Cruzei-me com palavras de ti...
(Arrepiei a pele quando as descobri)
Guardei as que emanam o teu odor
Para me deliciar no teu sabor...
Quando a saudade do amanhã
Me entrar pelo perfume do olhar.


É o ontem que me chega de ti...
Como se fosses o colorido Sol
Entrando pela janela, feito rouxinol
Voando palavras de sedoso carinho
A caminhar-me vontades de mansinho.


É nas de hoje que me afogo em ti...
Para descansar-me este desejo
De te saborear as margens do beijo
E de sentir a tua vontade crescer
Enquanto o meu ribeiro te descer.


Agradam-me as que ficam de ti...
Quando partes com o querer ficar
E me deixas vestida do teu olhar
A cobrir-me o corpo, na luxuria
Do pensamento em que me perderia.


Ai homem!...Que trazes nos olhos
Um mar de palavras de veludo
No céu de seda em que me desnudo!

Su@vissima









2 comentários:

Pierrot disse...

Nos olhos não sei se trago mas nas palavras quero ver se trago aquele mar para ti, uma mar de sossego, paz e quietude...
Bjos daqui e parabéns uma vez mais, está excelente como sempre.
Bjos daqui
Eugénio

sono_vem disse...

eu aqui...:))

como é bom sentir
este toque de seda pura
que nos envolve e nos aquece
que nos faz arrepiar,
poetas são todos aqueles que amam
sentem as grandes verdades
e as dizem,
o amor é a unica paixão
que não admite nem passado
nem futuro,

beijo calmo
suavissima