quarta-feira, agosto 02, 2006

Um Toque de desejos !

Meu chão...


No meu chão de desejos...
Brotam os sabores...
Do mel que não partilhámos...
Do odor que não respirámos...
Das carícias que não soubemos...
Dos abraços que prometemos...
Do amor que não fizemos...


Teus desejos, sabores de mel
No teu e meu odor...


Procuro o toque da tua pele...
Onde estás?


Meu chão de desejo presente...
Pele no passado ausente...
Porque foges no futuro.

3 comentários:

Tuche disse...

Acho que acabei de me ver ao espelho através deste poema...

Deixo-te aquele beixo e um abraço

Nan disse...

silk,
nem tu imaginas como gostava de te roubar este poema e fazê-lo meu. diz muito mais claramente o que eu ando a dizer, aqui e ali, em palavras transviadas...para uma situação claríssima para mim.
beijo

Pierrot disse...

"Procuro o toque da tua pele"
Sentir o veludo dos teus lábios e transportar-me para lá deste palco que é a vida, de mãos dadas com o sonho de um dia ter a tua pele em mim e o teu olhar na minha lembrança.
Fantástico e libertador foi como o senti.
Parabéns
Bjs
Eugénio Rodrigues