quarta-feira, outubro 18, 2006

Um toque do momento !




Para lá do pensamento..



É uma dádiva...
Este nosso sentir no momento...
Que bebo na alma...
Pela taça de licor do teu pensamento.

Habito-me...


Para lá do acaso de alguém no tempo
Pássaro voando de cabelos ao vento...
Entre a dúvida do horizonte incerto
E o azul infinito do teu conhecimento...
Mas quando olho, vejo o destino perto!

Ofereço-me...


A certeza de procurar-te no arco-íris
Em tons serenos e quentes do imaginário.
Fazendo as sementes do sentir germinar
Na cumplicidade do orvalho solitário
Que se despe de gotas nuas ao luar.

Interrogo-me...


Se o teu olhar diz o que a boca silencia?
Se a tua boca diz o que o olhar queria?
Se o teu silêncio se sente de voz vazia?

Su@vissima

4 comentários:

Abssinto disse...

...Desliza-te!

Miss Suavidade, o conto já está esboçado! E breve o publicarei! Só colocarei um que tenho em draft e depois o tal do menino(a).

Pierrot disse...

E o que está para lá do pensamento Suavissima?

Que grande poema.
Tem de tudo, confesso.
Tem um rima bonita e um conteúdo muito rico em sabores, ideias e sensações.
Amei:

Para lá do acaso de alguém no tempo
Pássaro voando de cabelos ao vento...


Bjos daqui
Eugénio

o alquimista disse...

Que beleza, ado poema e a tua merecia ser musicado em lirico...

Doce beijo

Foundation disse...

Beautiful Su,
The poem I mean. Really neat. You are special.
Best
WILLIAM