quinta-feira, junho 01, 2006

O Toque da criança


Criança...

Criança que não conheço...
Algures na esquina do Mundo,
Também nasceste de uma mãe,
Perguntas : porque não mereço,
(Com esse olhar tão profundo)
Ter o que esse menino tem?

E o que te vou responder?
Dizem que é teu irmão...
Mas não vive a tua fome!
Que são iguais ao nascer,
mas não partilha o seu pão!
Nem o sono em que dorme.

Dizes que nada vale...
Quando a vizinha é a morte!
Quando o sorrir é chorar!
Quando te plantam no quintal,
O perigo em vez de sorte!

Criança que estás no outro lado...
O meu abraço apertado!

Su@vissima

2 comentários:

Tuche disse...

Só para te mandar um beijão e aquele abraço amiga.

Miss you

Bia (min) disse...

também deixo o meu abraço apertado.
(a imagem, comove-me e a poesia nem se fala)
belos sentimentos, os que escreves e na forma como o fazes!
:)
veludinho para ti