terça-feira, junho 20, 2006

O Toque do espelho !

Para o meu pedacinho de Sol...


O tempo fechou as portas,

E avisou que está em inventário.

O espelho, olha-me inquisidor,

Como se ouvisse palavras mortas,

Ecoando na mudez do armário.

Diz-me que a voz do silêncio,

faz-me sorrir ausente, sem cor.

Procuro, onde está o teu sorrir,

Será que se fez ausente?

E a tua imagem no meu espelho,

Ficou muda, igualmente?

Marco encontro com o silêncio,

O tempo fechado, se faz velho.

Vou-me sentar a teu lado...

Sinto-te o respirar profundo,

No som do silêncio que magoa.

Acendo-lhe a vela do olhar,

Nas sombras dos gestos que falam,

Gemido que na luz da noite, ecoa

Chamo-te no silêncio da minha voz

Que as palavras segredam e calam!

Su@vissima

3 comentários:

Anónimo disse...

Hummmm... como gostava de ser um pedacinho do teu sol... caí no encantamento da luz... do teu brilho.

Anónimo disse...

Hummmm...Estou caído num "jardim"... misterioso...sonhador...aguardando o encantamento da tua Luz... queria ser um pedacinho do teu sol.

Bia (min_lx) disse...

Adoro vir aqui, todos os dias nos brindas com palavras lindas, lindas demais, que nunca te falte a inspiração, para gáudio de quem te lê,

veludinho para tu :)