quinta-feira, abril 20, 2006

O Toque da Alma!




A janela do CHAMAmento...

Deixei a janela da alma aberta...
E devagarinho te deixei entrar,
Aninhei no teu abraço, que me aperta,
Desnuda-me a luxúria do teu olhar.

Deixei a janela da alma ao luar...
Para me colheres, estrela em flor,
E pétala a pétala me desfolhar,
Saciando essa fome e sede de amor.

Deixei a janela da alma amanhecer...
Adormecendo o desejo, no teu peito,
E nos gemidos da pele, entardecer,
Dois corpos, num só, em branco leito.

Deixei a janela da alma florir...
Menina mulher, de sonhos ao vento,
E teu aroma de canela, seduzir,
Sereia encantada ao teu CHAMAmento!

Su@vissima

2 comentários:

Bia (min_lx) disse...

Deixei a janela da alma aberta!!!!!
Lindoooooooooooo!!!!!!

Eu volto aqui, sempre, à espera de um sopro de seda, e saio daqui, extasiada, com o que leio.

Veludinho e beijokinhas para ti, da,
Bia

José disse...

O segredo está mesmo em deixar a janela aberta.

Belo poema, parabéns


José