terça-feira, abril 04, 2006

O Toque da palavra!


Palavras depois de ditas...

Palavras...
Podem ser tão belas!
Quando vestidas de perfume,
Podem cortar como lume.

Palavras...
Não podem ser retiradas...
E quando no silêncio se gritam
Nuas, por dentro fechadas,
E naquele sorriso se sente,
O gesto de não amadas...
A ferida aguda as desmente.

Palavras...
Que são jardins de desejos...
Açucenas brancas de ternura,
Trevos verdes de alegria,
Tulipas negras de amargura,
Rosas vermelhas de beijos.

Palavras...
Devem ser tão belas!
Vestidas, de ombros desnudadas,
Nos sons do arco-íris, abraçadas.

Su@vissima

3 comentários:

Bia (min_lx) disse...

Palavras (qualquer, uma agora é dispensável)
Beijokinhas da,
Bia

mariatuche disse...

Que texto bonito amiga...mas hoje para mim as palavras estão gastas!!
Um beijo suave

José disse...

Há palavras que nos salvam, mas também há palavras que nos matam.
Belo poema parabéns.

José