quinta-feira, abril 06, 2006

O Toque da Terra!




Se me engano...

As crianças riem a brincar...
E na Terra há Nagasakis e Hiroximas!
Os homens riem a amar...
E na Terra há crime e guerra!
As flores crescem a perfumar...
E na Terra há fome e pobreza!
E eu pergunto, mãe Terra...
Com este olhar de tristeza...
Se um dia nos negas o pão,
Se negas da Lua a beleza...
O que me restará, então?
Escrever poemas sem norte?
Não ter das palavras, certeza?
Digo não, aos poemas de morte!
Vou voar no arco-íris...
Com asas de tal leveza,
Sonhar-te em uma nova cor...
E gritar, aqui e além, sem cessar,
Onde está a geração do Amor?
Aquela que sorri a brincar...
E que um dia sorrirá a Amar!

(Is this the Love generation?)

Su@vissima

2 comentários:

papillon disse...

LINDO!
Gostei imenso, profundo, sonhador e doloroso...

Um beijo
minouche

guerrilheiro disse...

Eu gostava que a minha geração deixa-se de ser a geração à rasca e passa-se a ser a geração do amor consolidado. Vai ser dificil repetir os anos loucos de 60 (para mim os anos do amor sem barreiras) mas acredito que podemos fazer bem melhor por todos nós. Podemos fazer mais e melhor.