terça-feira, abril 25, 2006

O Toque de Abril!




Chão da fraternidade...

E depois do adeus...

O povo é quem mais ordena,

E assim nasceu a madrugada,

Sorrindo segredos aos olhos meus,

Abril se veste de Vila Morena,

Deixando de ser brisa amordaçada,

Qual pássaro que inicia o voar,

Rasga as amarras da saudade,

Gritando ao vento a palavra sonhada,

Vinte e cinco amanhece a cantar,

Feita chão, terra da fraternidade,

E no silêncio da voz recuperada,

Com mil cravos a perfumar,

Se vive a alvorada da doce liberdade!


Su@vissima

6 comentários:

pois.claro disse...

Que bonito!

E, Abrila continua a unir-nos.

Obrigada pela visita.

Beijo.

:)

pois.claro disse...

Abril*

Tuche disse...

Amiga não gosto muito de falar do 25 de Abril até porque na altura tinha 4 anos, por isso mesmo não tenho como argumentar se foi bom ou mau, nem sei se tem influência na situação actual que se vive no nosso país, de qualquer forma acredito que para ti tenha sido marcante!!!!!
Sou pela Liberdade isso eu sei...
Beijo suave

Bia (min_lx) disse...

Bela homenagem ao 25 Abril de 74!!!!
Doce, e mais doce e ainda mais doce Liberdade!!!!!
Ás vezes, parece que vejo alguma luz no fundo do túnel da apatia e do conformismo. Adoro visitar o teu canto.
Veludinho para ti e beijokinhas da,
Bia

Su@vissima disse...

pois,claro :) Abril nos unirá, SEMPRE !
Obrigada.
Beijo.

TUCHÉ, querida amiga, eu tinha mais uns aninhos...e 25 de Abril de 1974, devolveu-me o pai, e mil carinhos amordaçados:)
Beijo.

bia, cabe-nos a tarefa de acordar essa apatia e não deixar que nos ceifem o pensamento.
Beijinho de Seda para ti :)

guerrilheiro disse...

Eu não vivi Abril na primeira pessoa mas sinto Abril desde que me conheço enquanto ser político e consciente. Talvez seja preciso renovar Abril para que os cravos surjam ainda mais viçosos... Eu ainda quero ver Portugal realizar Abril.

25 de Abril Sempre !

Um beijo.